Como escolher a iluminação certa para seu espaço no varejo

A iluminação é a chave para o sucesso de muitas empresas de varejo e precisa ser considerada com tanta ou mais importância que o design do seu espaço interior. Então, discutir cuidadosamente com seus fornecedores e instaladores pode garantir que sua ideia dê certo no final e o objetivo considerado seja alcançado, impactando em mais clientes, melhor exposição e mais vendas.

Do posicionamento a intensidade correta, um projeto bem feito harmoniza layouts, paletas de cores, mobiliário, luminárias e acessórios, inspirando a compra e revelando produtos que poderiam em outras ocasiões passar despercebidos.

Com dicas simples e a parceria de um bom profissional, vale sempre ter em mente os preceitos abaixo:

A melhor luz para seus produtos – é muito importante escolher a iluminação adequada para os produtos vendidos na loja. Iluminação acolhedora é perfeita para roupas, enquanto a iluminação em painel de LED é geralmente preferida para a venda de joias e cosméticos.

Faça os clientes sentirem-se confortáveis – criar a atmosfera correta é fundamental para seduzir as pessoas e fazê-las ficar em sua loja. Um cliente que se sente confortável está mais propenso às compras. Iluminação branca pode ajudar na percepção de um espaço pequeno como muito maior. Em contrapartida, tons mais quentes podem ajudar a criar um ambiente acolhedor.

Sedução à primeira vista – boa iluminação em uma vitrine também deve ser considerada, afinal, irá mostrar em destaque os produtos que você tem no interior do estabelecimento, ajudando a trazer clientes para o seu espaço de varejo. O uso da iluminação por áreas ou tipo de mercadoria, em conformidade com mini holofotes LED finamente posicionados, é perfeito para destacar o que se oferece, enquanto a cor da luz vai ajudar a criar a atmosfera necessária para diferentes temas e épocas.

Quanto mais destaque melhor – a iluminação de ênfase desempenha um papel importante em ajudar o cliente a focar num produto específico, em uma promoção ou certas características dentro da loja. É indispensável ao tentar vender itens nas prateleiras inferiores e para os menos populares.

Pense por áreas não no todo – é inevitável para quem busca otimizar os resultados da iluminação pensar em áreas e nunca no todo. A entrada da loja, por exemplo, nunca poderá ter a mesma luz que o setor de provadores. Assim como os caixas não devem contar com a mesma configuração do espaço de atendimento ao cliente. Cada ambiente deve ser pensado individualmente para atingir a experiência e bem-estar que se quer para o cliente.

Por fim, considere o que será melhor para seu estabelecimento no que diz respeito ao tipo de lâmpadas a serem utilizas: incandescentes, halógenas, fluorescente ou LED, sendo esse último considerado o melhor custo benefício quando se pensa em durabilidade, eficiência e tecnologia, mostrando-se a melhor opção da atualidade para a maioria das aplicações.

Facebook Comments Box