Iluminação correta em escolas ajuda alunos a dormir melhor em casa

Uma renomada escola norueguesa desenvolveu um sistema de iluminação que visa ajudar os alunos a otimizar o aprendizado durante o dia e relaxar à noite.

A Holla Comprehensive School foi inaugurada oficialmente em setembro de 2016 e trouxe uma solução que consiste em luminárias LED, com temperaturas de cor ajustáveis, do branco frio ao quente, em todas as suas salas. Tudo isso com base no perfil dos estudantes, principalmente os que se encontram na puberdade.

Com as mudanças comportamentais que atingem os padrões de sono do adolescente, que na maioria das vezes passa a dormir e acordar mais tarde, o desempenho mental dos alunos começa a ser reduzido, gerando efeitos potencialmente negativos sobre a performance acadêmica e aproveitamento diurno.

Em um estudo conduzido por Ingvild West Saxvig, do Centro Norueguês de Distúrbios do Sono, no Haukeland University Hospital, verificou-se que 8,4% dos jovens nas escolas secundárias da Noruega relatou dificuldade em adormecer antes de 02h da madrugada, pelo menos três noites por semana, e todos tinham dificuldades em acordar pela manhã. ‘Os padrões de sono atrasado em adolescentes são provavelmente uma combinação de biologia e comportamento’, comenta Saxwig.

O que vem sendo feito é mais simples do que parece. Quando os estudantes chegam à escola são recebidos pela ‘energia de iluminação’ fria, aplicada durante toda a primeira aula e que regula a produção de estresse e hormônios do sono dos alunos e professores, deixando-os mais alertas durante o dia e sonolentos quando chega à noite.

Utilizada também quando são realizadas tarefas que exigem muita concentração, tais como a escrita ou matemática, essa configuração aumenta a atenção a curto prazo e melhora o desempenho. Da mesma forma, quando as lições estão sendo passadas oralmente, durante a explicação o foco é o brilho quente, tornando a atmosfera agradável e relaxante. Tudo controlado pelos professores, direto de um painel na parede.

As lâmpadas usadas nas salas de aula são luminárias modulares LED, com configurações predefinidas e manuais para mudança de intensidade da cor, que chegam a um nível de renderização de até Ra >90, muito maior que os requisitos mínimos para a iluminação de escolas.

A infraestrutura de gerenciamento abrange não só as salas, mas todo o prédio da Holla e conta com quatro opções, com temperaturas e intensidades diferentes, cores distintas e projeção de luminância vertical de 300-400 lux a 1,2m, o que corresponde a um valor horizontal a 0,75m com cerca de 700-1000 lux.

Foram utilizadas em toda instituição as C90-R, solução premium da Glamox (www.glamox.com), que compreende uma linha completa em LED com superfícies totalmente iluminadas, excelente design, flexibilidade e desempenho visual.

Facebook Comments Box