LED na iluminação pública: confira as vantagens dessa tecnologia

Conteúdo publicado originalmente em De Olho Na Ilha

LED na iluminação pública: confira as vantagens dessa tecnologia
Foto: Pontes Colombo Salles e Pedro Ivo em Florianópolis - Foto Reprodução

Florianópolis (SC) e Ribeirão das Neves (MG) e Santos (SP) são exemplos de cidades que adotaram a tecnologia para ganhar em eficiência energética, sustentabilidade e bem-estar social.

O uso de LED na iluminação pública permite aos municípios aliar tecnologia, economia, sustentabilidade e mais segurança em um único projeto. A substituição das antigas lâmpadas de vapor metálico tóxico pode garantir economia de até 50% com os gastos de energia elétrica, manter ruas e praças mais seguras e ainda contribuir com o meio ambiente. 

Leia também: Iluminação pública inteligente

No Brasil, muitos municípios apostam nessa tecnologia e estão modernizando seus sistemas. Ruas de Ribeirão das Neves, em Minas Gerais, por exemplo, já contam com sistema de iluminação pública mais eficiente. O consórcio IP Minas (formado pelas empresas Quantum e Fortnort Desenvolvimento Ambiental e Urbano) avançou mais de 30% em 2020 em todo o parque de iluminação pública. A cidade mineira entrou em 2021 com 8.285 pontos com lâmpadas de LED, o que representa mais eficiência e menor manutenção na iluminação pública. Apesar de as lâmpadas de vapor de sódio ainda serem maioria, o objetivo do IP Minas é atingir os 100% de tecnologia LED até o final de 2022.

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions sobre o mercado. Para continuar lendo, visite o site De Olho Na Ilha com a matéria completa.

Facebook Comments Box