Iluminação em lojas: 5 dicas incríveis para o seu PDV

Conteúdo publicado originalmente no blog Pricefy

Iluminação em lojas: 5 dicas incríveis para o seu PDV
Foto: Artem Beliaikin (Pexels)

Manter um espaço comercial bem iluminado é imprescindível para proporcionar aos clientes um espaço agradável e estimulante ao consumo, com produtos em áreas claras e bem destacados, além de um caixa receptivo. A iluminação em lojas influencia e direciona o público no momento de fechar um negócio, proporcionando uma experiência de compra positiva.

Agora pense no seu PDV (Ponto de Venda): a iluminação do local possibilita que o operador do caixa e o cliente não precisem despender minutos buscando por uma posição em que não vejam seus próprios reflexos na tela? Com que frequência seus clientes buscam trocar produtos porque, ao chegar em casa, notam que as cores ou os detalhes da peça estavam diferentes do que escolheu no momento da compra?

Esse tipo de situação ocorre com frequência em estabelecimentos nos quais não há uma boa claridade. Principalmente porque cada setor de uma loja requer um projeto de iluminação específico, com lâmpadas específicas e estratégias de disposição que solidifiquem a proposta do ambiente.

Um trocador em uma loja de roupas, por exemplo, jamais poderá ter o mesmo tipo de iluminação que um caixa. Quer saber por quê? Continue acompanhando e descubra dicas incríveis para que o seu PDV proporcione a melhor iluminação possível. Vamos lá!

1. Faça o planejamento da iluminação

Para iniciar a otimização da iluminação da sua loja, é imprescindível elaborar um esquema de iluminação que combine com a sua identidade de marca, lembrando sempre de ter como principal objetivo: criar um ambiente que agrade os clientes. Para isso, é fundamental escolher os tipos de lâmpadas ideais, utilizando a luz para dar destaque aos produtos.

Uma iluminação adequada e bem planejada faz parte do próprio branding da sua empresa pode ser uma ótima maneira de alcançar um fator para diferenciar-se de seus concorrentes. Além disso, a luminosidade interfere diretamente nas cores do ambiente, alterando a percepção dos clientes.

Leia também: Iluminação artificial: conheça os impactos e soluções para a Biodiversidade

2. Escolha bem os tipos de lâmpadas

Existem quatro tipos de lâmpadas que geralmente são utilizadas em um estabelecimento comercial. As quentes, que podem ser halógenas, refletoras ou dicroicas, e as frias, ou fluorescentes.

As lâmpadas refletoras ou dicroicas, por serem quentes, devem ser empregadas em espaços nos quais as pessoas não passem muito tempo. Essas não são lâmpadas econômicas e podem danificar as peças ou umas às outras caso sejam posicionadas muito próximas.

As lâmpadas halógenas possuem como principal vantagem a reprodução fiel da luz do dia e não distorcem cores. São lâmpadas mais caras, mas com durabilidade muito maior do que os outros tipos comuns de lâmpadas incandescentes.

Esta é uma curadoria de conteúdo da RX Brasil sobre iluminação no PDV. Para continuar lendo, acesse o blog Pricefy.

Facebook Comments Box